Translate

segunda-feira, 20 de março de 2017

Americana processa restaurante após cair de estátua de burro



Uma mulher processou um restaurante de comida mexicana em Tallahassee, capital da Flórida (EUA), após cair de uma estátua de burro em tamanho natural na qual subiu para tirar uma foto.

Kimberly Bonn pede US$ 15 mil ao restaurante El Jalisco pelas lesões que sofreu ao cair do burro, após os funcionários do local "permitirem" e a "encorajarem" a subir na estátua.

No processo, Kimberly afirma que escorregou e caiu no chão, o que lhe causou "ferimentos significativos, inclusive a fratura de uma vértebra".

A mulher argumenta que o restaurante foi "negligente" ao permitir que as pessoas subam no burro sem tomar as medidas de segurança adequadas, tampouco advertir aos clientes que a "estátua era escorregadia".

Os advogados de Kimberly pedem um julgamento com júri e afirmam que sua cliente sofreu "lesões, dor e sofrimento, incapacidade, desfiguração, angústia mental e perda da capacidade de aproveitar a vida", além das despesas hospitalares.

O fato gerou reações de solidariedade com o restaurante e o burro, ao ponto de uma campanha nas redes sociais intitulada "For the Donkey" (Pelo burro) receber centenas de comentários favoráveis sob o lema "Just because you are an a_s doesn't mean you should be treated like one" (Só porque você é um asno não significa que deve ser tratado como um).

Fonte (G1)

Gente, mas por que? Pra que?
Tem que dar indenização pra coitada da estatua do burro, por ter pessoas com deficiência mental a ponto de querer tirar foto em cima da estatua.
O quanto que ela não deve ter bebido pra ter essa extraordinária ideia?
O juiz tem que dar a causa pro burro por danos morais e por não dar direitos autorais a mulher por ela ficar expondo sua imagem por ai.