Translate

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Especial de natal: A Origem do Panetone + Receita de Panetone de Sorvete



O panetone é um alimento tradicional da época de Natal, de origem milanesa, do norte da Itália. Várias lendas tentam explicar a sua origem. O pão doce de natal possui fragrância discreta de baunilha e recheio de frutas secas, tais como damasco, laranja, limão, figo, maçã, cidra e a uva passa.

Apesar de geralmente ser associado à cultura milanesa, tendo a forma alta e mais fina, há também o panetone piemontês, diferente apenas por ser mais largo e redondo.

Lendas:

O pão amplamente consumido no Natal foi criado em Milão, na Itália, graças ao "erro" de um padeiro. A lenda em torno de sua criação remonta ao ano de 900 e diz que o humilde assistente de padeiro Toni, após ter trabalhado horas a fio na véspera de Natal, precisava ainda assar mais uma fornada de pães e preparar uma torta para seu chefe. De tão exausto que estava, confundiu-se e colocou as uvas passas da torta na massa de pão. Desesperado, tentou salvar a situação jogando frutas cristalizadas, manteiga, ovos e os demais ingredientes do recheio que seriam usados originalmente na torta.

Toni assou a mistura e entregou para o patrão. O que o assistente não esperava era que sua criação fizesse sucesso durante a ceia de Natal de seu chefe, que, além de elogiá-lo, decidiu homenageá-lo e dar o nome à massa de "pane di Toni" ("Pão do Toni", na tradução do italiano). Com o passar do tempo, o bolo começou a ser chamado de panetone. Como toda boa lenda, a origem do panetone possui várias versões, mas todas elas têm Toni como denominador comum. A chegada dos imigrantes italianos no Brasil após a Segunda Guerra Mundial trouxe o panetone para o país. A Bauducco diz que o fundador na empresa, o italiano Carlo Bauducco, começou a vender o produto aqui a partir de 1948.

Produção:
Durante sua fabricação a massa passa por um processo de fermentação natural que busca garantir que o panetone fique com uma consistência macia. Com o tempo a receita sofreu diversas inovações, e aprimorada deu origem a versões como Chocotone, Sorvetone e Colomba Pascal, variações mais conhecidas da receita.


Dados Nutricionais:
O produto final é rico em carboidrato e possui grande quantidade de calorias: uma fatia de 80 gramas do panetone da marca Nestlé, por exemplo, possui cerca de 280 Kcal (ou 1171,52 kJ).


Etimologia:
A palavra panetone (do italiano panettone) tem sua origem no vocábulo milanês panatón ou panattón, de origem e significados controversos. Por outro lado, pode-se deduzir que a origem do termo panettone se deva à contração entre o diminutivo da palavra "pão" (do italiano panetto) com o superlativo da mesma palavra (do italiano panone), isto é, panetto + panone = panettone, o que em português se assemelharia ao neologismo "pãozinhozão".


Receita Panetone de Sorvete:


Ingredientes

1 panetone de sua preferência
2 barras de chocolate (pode ser ao leite ou meio amargo)
1 pote de sorvete de 1 litro, no sabor de sua preferência (pode comprar o de 2 litros e guardar o que
sobrar para outra ocasião)
Frutas para decorar

Modo de preparo:

Retire o Panetone da embalagem.

Faça um corte logo na parte superior como se fosse uma tampa, com cuidado pois a mesma será recolocada.

Com uma faca faça um corte no recheio, sem chegar até o fundo do panetone, deixando um espaço de pelo menos 2 cm até a borda

Com uma colher, retire o recheio

Preencha o espaço do recheio com sorvete até nivelar com a borda

Tampe com a parte retirada no início e leve ao freezer/congelador até ficar bem congelado (pelo menos 4 horas)

Em um refratário coloque o chocolate em pedaços e derreta em banho Maria

Retire o panetone do freezer/congelador, coloque-o sobre um prato e cubra com o chocolate derretido, formando uma cobertura

Decore com frutas da época se quiser, como cerejas, framboesas, damascos…

Retorne o panetone ao freezer/congelador até que a cobertura fique dura.

Para servir, corte com cuidado utilizando uma faca bem afiada.

E boas festas !