Translate

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Série Pirâmides do Mundo #01 - Pirâmides na Antártida




Bom dia hoje começamos uma nova série que irá durar alguns meses, será postada uma nova edição toda segunda-feira, onde percorreremos os mais variados locais em busca das pirâmides espalhadas pelo mundo, espero que gostem, a todos muito obrigado pela visita, uma boa leitura e excelente semana.


Três pirâmides antigas foram descobertas na Antártida por um grupo de pesquisadores europeus e americanos. Duas delas estão localizadas cerca de 16 quilômetros adentro do continente, enquanto a terceira está bem próximo à costa.

A notícia não é exatamente uma novidade, já que as primeiras informações sobre o descobrimento das misteriosas pirâmides foram divulgadas na mídia à alguns anos atrás. Também circularam pela internet algumas fotos das construções e comentou-se que as estruturas poderiam servir de evidência para a teoria de que um dia o continente ofereceu condições climáticas para que alguma civilização pudesse se desenvolver na região.




E ainda mais desconcertante é a questão de se uma cultura avançada lá se desenvolveu, e ainda existiriam estruturas ainda restantes que estão enterradas debaixo do gelo, e que só agora com o aquecimento global e o próprio aumento do degelo das calotas polares revelou essas construções piramidais?

domingo, 29 de maio de 2016

Misteriosa Máquina Alienigena na Antártida


A história sobre a máquina alienígena começou a circular em 2001, quando um satélite espião dos EUA identificou uma anomalia em uma região da Antártida. Depois de algumas pesquisas, foi descoberto uma estrutura artificial enterrada sob 3 quilômetros de gelo. Ao que parece, os americanos tentaram manter a descoberta em segredo. Porém, não funcionou muito bem, e a informação logo caiu nos ouvidos de agentes do governo europeus. E foi aí que o mistério começou.

O caso passou a intrigar a todos por causa da profundidade em que a estrutura estava. Para que seja possível que 3 quilômetros de gelo se acumulem, são precisos cerca de 12 mil anos para que o processo seja feito. Ou seja, se isso foi realmente uma descoberta arqueológica sem precedentes, o artefato se tornaria a estrutura desenvolvida por outro ser mais antiga já encontrada.

Além do alvoroço que a descoberta provocou, também houve movimentações por parte dos países que faziam parte do Tratado da Antártida (que proibe a realização de escavações ou construções de edificações na Antártida que não sejam bases de pesquisa científica), que desconfiavam que os EUA não tinham encontrado a estrutura por meio de satélites coisa nenhuma, e sim, por escavação.


Entretanto, apesar dos protestos dos países europeus, os EUA não deu maiores informações sobre a descoberta e além disso, decidiu continuar com as investigações, enviando um grupo de militares até a região em sigilo.

Um ano após os EUA dar início as suas pesquisas ocorreu um misterioso acontecimento, envolvendo o suposto desaparecimento de uma equipe de filmagem da TV californiana que estavam na Antártida. A notícia nunca foi divulgada de forma clara e ninguém nunca soube de informações concretas.


Após o ocorrido, militares norte-americanos foram enviados para resgatar os jornalistas, porém supostamente teriam encontrado entre seus pertences um vídeo que confirmava a notícia sobre a descoberta que poderia ser de origem extraterrestre. Ainda no mesmo período, o canal de TV teria dado declarações afirmando que o governo estava tentando impedir que o material fosse divulgado.
Vórtice do tempo

Depois do incidente envolvendo a equipe de filmagens, outro acontecimento despertou a curiosidade dos pesquisadores. Segundo as informações, um certo dia a equipe que estava trabalhando no caso do equipamento misterioso avistou a formação de um vórtice (redemoinho) bem próximo a eles. Contudo, não era um vórtice normal, ele permaneceu no local em um sentido estacionário.


Curiosos sobre as origens do redemoinho, os cientistas resolveram fazer alguns testes. Um desses testes envolvia lançar um balão meteorológico no interior do redemoinho. O instrumento ficaria preso através de um cabo e estava equipado com aparelhos que mediam velocidade do vento, temperatura, pressão barométrica e umidade, além de contar com cronômetros que registravam os horários das medições com extrema precisão.

Contudo, o fato surpreendente foi quando os cientistas recuperaram o balão. Ao invés de registrar a data do teste, o cronômetro registrou a data “27 de janeiro de 1965”. E isso não é o surpreendente, acontece que, todas as vezes que o balão foi lançado no redemoinho (e foram muitas), o cronômetro voltava registrando essa data. Com isso, cientistas concluíram que o vórtice poderia ser um túnel magnético que funcionava como um “portal do tempo”. Depois dos testes, surgiram teorias nas quais afirmavam que haviam ligações entre o vórtice e a máquina. Porém, como todas as outras informações, nada foi comprovado.


Embora os fatos tenham tudo que uma boa teoria da conspiração precisam, já foi comprovado que os nazistas criaram um projeto secreto e chegaram a explorar a Antártida em busca de entradas que conduziam ao interior de galerias. Em contrapartida, nada que fosse capaz de comprovar as informações da suposta máquina alienígena foi encontrado, nos levando a pensar que as supostas “ações alienígenas” na verdade teriam sido fruto de escavações no período da Segunda Guerra Mundial. Logo, permanece a dúvida da origem do grande instrumento encontrado na Antártida.

sexta-feira, 27 de maio de 2016

O Mistério dos Gigantecos Ningen


O "Ningen" - que se traduz como "humano" em japonês - foi apelidado assim pelos pescadores nipônicos do Pacífico. Há inúmeras narrativas sobre avistamentos de criaturas marinhas no folclore oriental que remontam aos tempos em que os primeiros marinheiros se lançaram no mar. O folclore japonês é cheio de criaturas fantásticas que se enquadram sob o título de Yokai. Desde o primitiva tartaruga sem casca, conhecida como Kappa até o imenso elefante marinho conhecido por Baku, os Yokai são uma classe de criaturas místicas, muitos dos quais absurdas em vários sentidos.

Diferente das lendas antigas envolvendo Yokai, estórias sobre o Ningen surgiram recentemente, a partir da década de 1990 quando vários homens do mar alegaram ter visto criaturas similares nadando em águas profundas. Estes pescadores profissionais ficaram espantados com o tamanho do monstro e ainda mais chocado por esta besta albina parecer chocantemente humanoide em aparência.


As testemunhas dizem que ele mede entre 60 e 90 pés de comprimento (18 e 27 metros respectivamente) e pesa dezenas de toneladas. O Ningen é descrito como uma imensa criatura marinha semelhante a uma baleia, com pele de textura suave e pálida quase branca e com um formato que lembra vagamente a cabeça, tronco e apêndices de um ser humano. Quem o avistou, afirma ainda que o Ningen tem uma cauda de sereia no lugar das pernas, enquanto outros insistem que ele possui nadadeiras semelhantes a membros que lhe permitem, inclusive, andar em terra como um bípede. A criatura teria ainda "mãos", dotadas de cinco dedos nas extremidades de braços longos e esguios.

Estes animais têm sido supostamente vistos nos Oceanos Pacífico e Antárctico, e são sempre descritos como extraordinariamente grandes e com uma aparência esbranquiçada que o destaca na água. Muitos observadores relataram que esses animais não têm características faciais distintas a não ser dois olhos enormes e uma fenda que lhe serve de boca. Segundo a maioria dos relatos, as criaturas tem hábitos noturnos e preferem correntes marinhas frias.

Assim como as baleias, eles precisam subir à superfície para respirar e quando o fazem lançam grande quantidade de água e espuma. Em algumas oportunidades eles foram vistos aos pares ou até em grupos maiores, embora na maioria das vezes sejam encontrados sozinhos. Machos e fêmeas são praticamente iguais sendo impossível distinguir o sexo, se é que existe separação por gênero.

Nas vezes em que foram avistados, os Ningen simplesmente nadaram ao redor das embarcações mantendo uma distância de pelo menos 10 metros. Os barcos que tentaram seguir o animal, descobriram que ele pode se mover velozmente e desaparecer em segundos mergulhando nas profundezas. Alguns teóricos conjecturam que os Ningen habitam águas profundas e que precisam subir à superfície raramente, eles também viveriam sob calotas polares onde encontram nichos e depósitos de ar. O derretimento acelerado dessas calotas teria forçado os Ningen a se afastar do seu habitat natural possibilitando seu avistamento cada vez mais frequente.

Testemunhas também chamaram a atenção para o estranho canto do Ningen, que não se assemelha a nenhum som de animal marinho conhecido e que parece um longo lamento.

O NASCIMENTO DA LENDA:

Não se sabe ao certo quando os primeiros relatos sobre essa criatura gigantesca começaram a circular​​; mas supõe-se que o Ningen ganhou notoriedade quando informações sobre avistamentos acompanhados de relatos apareceram on-line em fóruns populares de notícia no Japão. Um indivíduo anônimo que alegava trabalhar em um "navio de pesquisa do governo", fez um relato completo sobre o avistamento de uma dessas criaturas que acompanhou o navio em que ele estava.

Segundo o relato dessa testemunha - corroborado mais tarde por outros colegas pesquisadores - os tripulantes foram atraídos ao convés pelo alerta de um dos vigias que havia visto o que inicialmente pensava se tratar de um "submarino estrangeiro". Quando o navio de pesquisa se aproximou do objeto ficou evidente que eles não estavam lidando com um veículo submergível, mas com uma forma de vida desconhecida. A tripulação observou com admiração a gigantesca criatura, tratada como algum tipo de baleia acometida de uma anomalia. O animal nadou a uma distância de no máximo 30 metros do navio, fazendo evoluções e surgindo na superfície pelo menos duas vezes até que submergiu e não foi mais vista.

Há rumores persistentes que sugerem que os membros desta equipe oceanográfica registraram a aparição tirando fotografias e realizando filmagens extraordinárias da "coisa" durante o seu breve encontro. Tais imagens teriam sido suprimidas e confiscadas, a fim de poupar o instituto que promoveu a missão do constrangimento - e ruína financeira - de ser associado a este tipo de manchete sensacionalista. Sem dúvida, a explicação se refere ao suposto avistamento de "águas vivas gigantes" em 2002 que se provou um fiasco e arranhou a credibilidade do órgão de pesquisas oceanográficas do Japão que deu crédito a imagens falsas.

Não é preciso dizer que logo que essa ocorrência se tornou pública, através do relato de supostas testemunhas, o enigma ganhou interesse da imprensa e do público. Em novembro de 2007, o burburinho em torno desses monstros misterioso, e as fotografias que começaram a aparecer, era tão intenso que os editores da revista japonesa "Mu" publicaram um longo artigo sobre este acontecimento desconcertante.

A "Mu", é uma publicação semelhante a "Fate," uma revista que se dedica à difusão de informações sobre todos os tipos de fenômenos paranormais, o que inclui cryptids, o avistamento de animais e criaturas desconhecidos e não catalogados pela ciência. Em seu artigo sobre o Ningen a revista questionava a existência da tal criatura marinha, entrevistava autoridades, cientistas, biólogos e marinheiros além de questionar a possível existência de uma criatura marinha gigantesca. A edição foi um sucesso e o Ningen se tornou ainda mais popular, ganhando fama internacional.


Fotografias e desenhos da criatura ilustravam as páginas da revista. A "Mu" exibiu ainda uma imagem do Google Maps do que parecia ser uma criatura semelhante ao Ningen nadando no Atlântico Sul, próximo da costa da Namíbia.

Logo após a publicação do artigo, um dilúvio de cartas bombásticas, relatos exagerados, fotos desfocadas e vídeos com imagem granulada inundou a web com indivíduos afirmando ter visto a mesma criatura marinha em alguma ocasião. A maioria dos relatos e material gravado era no mínimo de origem questionável, sendo que alguns eram falsificações grosseiras. Outros no entanto eram simplesmente estranhos e impossíveis de serem avaliados. Mas alguns poucos causaram dúvida como a misteriosa fotografia de uma criatura bípede, semelhante a um cetáceo "caminhando" sobre calotas polares na Antártida.

O farto material alimentou a discussão e acalentou a teoria de que o governo japonês teria conhecimento da existência dessa forma de vida e que levava muito à sério qualquer relato feito por embarcações que afirmavam ter visto a criatura. De fato, existem inúmeros rumores sobre investigadores do governo ligados às forças armadas japonesas, sobretudo a Marinha, fazendo perguntas e entrevistando testemunhas.

Um dos boatos mais extraordinários envolveu o avistamento de um Ningen pela tripulação de um barco de pesca em águas japonesas no ano de 2008. A tripulação do pesqueiro teria visto não apenas uma, mas duas das bizarras criaturas nadando em águas mais rasas. Os animais teriam circulado o pesqueiro várias vezes, rompendo a linha de superfície e se aproximando ficando a apenas cinco metros do costado. Na ocasião, os pescadores tiraram várias fotos e chegaram a fazer um vídeo curto da experiência. Eles teriam ainda gravado o som do canto do animal. A prova irrefutável teria sido negociada com um canal de televisão japonês, que comprou o material e pretendia apresentá-lo em um programa de televisão. Na última hora, o material teria sido confiscado por autoridades que exigiram a entrega de todas as fotos e filmes sob pena de instauração de processo.


Os defensores da existência do Ningen afirmam que a maior parte das fotografias de má qualidade, montagens e narrativas simplórias que vieram à público foram criadas para encobrir a verdade e rejeitar toda e qualquer noção de que essas coisas possam ser reais. Segundo esses "teóricos de conspiração", a melhor maneira de desacreditar uma estória real é contá-la de uma forma que qualquer menção a ela pareça inacreditável, ridícula e em ultima análise delirante.

Qualquer entusiasta da ufologia defende que esta é a mesma tática usada pelos EUA e muitos outros governos para descreditar fenômenos envolvendo os OVNI. O maior de todos os fenômenos envolvendo um mistério ufológico, o famoso Caso Roswell parece seguir essa cartilha, nele supostos discos voadores foram tratados como balões metereológicos. Os céticos sugerem que esse método foi empregado para reduzir a paranóia crescente sobre "discos voadores" durante a Guerra Fria.

Poderia o Ningen ser um exemplo de encobrimento governamental? E se essa for a verdade, com qual objetivo? Seriam esses titãs uma forma de vida inteligente ou algo que a humanidade não está pronto para ter contato e que as autoridades precisam desacreditar.

Enfim, se o Ningen não existe, o que poderiam ser as criaturas avistadas?

As probabilidades são esmagadoras de que uma lenda relativamente nova, como a do Ningen, não passe de invenção pura e simples, mas vamos supor que as testemunhas tenham visto algo. Tendo isso em mente, as teorias mais populares sobre os avistamentos incluem espécies não classificadas de animais marinhos e fenômenos paranormais, como por exemplo:

ARRAIA GIGANTE

Há muitas especulações de que o Ningen possa ser uma espécie até agora desconhecida de arraia gigante albina.

Supõe-se que não seja algo inteiramente além do reino da possibilidade que exista uma espécie incomum desse enorme peixe. Uma espécie especificamente adaptada aos climas frions pode ser naturalmente camuflado para se misturar com os icebergs flutuantes e detritos congelados. mesmo assim, é difícil acreditar que um animal tão grande poderia permanecer desconhecido, muito menos invisível, até o precipício do século 21.

No entanto, alguns cientistas têm especulado que os seres humanos conseguiram catalogar apenas 20% de todas as espécies que vivem nos oceanos do mundo. Considerando este fato, as chances de que grandes criaturas marinhas desconhecidas possam ter escapado de nossa detecção - especialmente se eles existem quase que exclusivamente abaixo do gelo - melhora dramaticamente.

Mas se não estamos lidando tão somente com uma espécie de peixe gigante, então talvez o Ningen seja algo distintamente sobrenatural, como:

DEMÔNIOS DA ÁGUA (YOKAI)

Talvez esse fenômeno predominantemente japonês seja mais do que uma simples lenda e tenha um fundo de verdade. Vale a pena considerar o fato de que todos os relatórios sobre o Ningen são japoneses em origem. Quem sabe os Ningen sejam uma espécie de entidade sobrenatural, que é - por razões além da compreensão humana - exclusivamente avistada por japoneses. Quem sabe? Coisas estranhas têm acontecido.

Ok, vamos abandonar o paranormal por um momento e mergulhar no reino da tecnológica, para que possamos refletir sobre a teoria de que esses organismos são alguma forma de vida bio-mecânica

O.S.N.I.

O.S.N.I. (Objetos submersíveis não identificados) são o equivalente aquático aos O.V.N.I. Esses objetos construídos por alguma inteligência desconhecida seriam capazes de se deslocar através do mar como se estivessem voando e mergulhar nas profundezas do oceano com a mesma facilidade. Estes estranhos "veículos" têm sido avistados entrando e saindo dos mares desde os tempos de Cristóvão Colombo, e aparições continuam até hoje.

Enquanto a maioria das pessoas presume que os OSNI são veículos altamente tecnológicos provenientes de outro mundo, há quem acredite que eles podem vir de civilizações subaquáticas mais avançadas que a nossa. Há também teorias que consideram a possibilidade de que esses objetos podem realmente estar vivos. Parece improvável, mas talvez o estranho formato do Ningen que as pessoas supõem se tratar de um animal, seja na verdade uma nave submarina.

Mas, supondo que eles não são resultado de uma avançada engenharia bio-mecânica, então talvez devêssemos considerar a possibilidade de que eles são simplesmente ...

ALIENIGENAS

Quando se pensa em todas as formas diferentes de vida em nosso planeta, então o potencial para grandes diferenças na vida no resto do universo parece virtualmente ilimitado. Alienígenas podem ter formas e tamanhos que sequer podemos imaginar e, se estamos tentando imaginar que tipo de formas de vida viriam nos visitar, em nosso planeta predominantemente aquoso, temos de aceitar que essas espécies poderiam ter natureza aquática.

Por mais estranho que essa hipótese pode parecer num primeiro momento, temos de perceber que o viés biológico da nossa espécie, voltado para a vida terrestre, parece improvável quando estudamos a composição de nosso planeta. Os mares, afinal de contas, dominam nossa bela esfera azulada.

Pode parecer absurdo, mas é concebível que a razão para ninguém ter visto o Ningen até a década de 1990 é porque até então eles nunca existiram na Terra. Talvez estes Ningen sejam uma espécie visitante explorando nosso ecossistema e especialmente adaptados a essas condições.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

25/05 Dia da Toalha e Dia do Orgulho Nerd


O Dia do Orgulho Nerd, ou Dia do Orgulho Geek, é uma iniciativa que defende o direito de toda pessoa em ser um nerd ou um geek, e para promover a cultura nerd/geek, comemorada em 25 de maio.

A data foi escolhida para comemorar a première do primeiro filme da série Star Wars, o Episódio IV: Uma Nova Esperança, em 25 de maio de 1977 (ver Dia de Star Wars), mas divide o mesmo dia com dois outros "feriados" de fãs semelhantes: o Dia da Toalha, para os fãs da "trilogia de cinco" O Guia do Mochileiro das Galáxias, em homenagem ao seu escritor Douglas Adams , e o Glorioso 25 de Maio para os fãs da série Discworld, em homenagem ao seu escritor Terry Pratchett.

A iniciativa teve origem na Espanha em 2006 com o "Dia del Orgullo Friki" , e se espalhou pelo mundo através da internet.

Origens



Tim McEachern organizou eventos não conectados chamados Festival do Orgulho Geek e/ou Dia do Orgulho Geek de 1998 a 2000, em um bar em Albany, Nova York, que às vezes são vistas como um prelúdio para o Dia do Orgulho Nerd. Em 2006, este dia foi celebrado pela primeira vez em toda a Espanha e na internet, chamando a atenção de mídia e tendo publicidade dada por alguns meios. A maior concentração aconteceu em Madri, onde 300 nerds demonstraram seu orgulho com um pacman humano. Um manifesto foi criado para celebrar o primeiro Dia do Orgulho Nerd, que inclui uma lista, com tom de brincadeira, dos direitos e responsabilidades básicas dos nerds/geeks.


Comemorações de 2007


Em 2007 a celebração contou com mais ajuda de instituições oficiais (como o Circo Price, de Madri) e teve comemoração mais ampla por toda a Espanha. Atividades oficiais foram anunciadas no Pilar de la Horadada, Cádiz, Huesca, Calaf, Huelva, e Valência. Houve uma campanha Doação de Sangue Nerd. Entre outros atos, foi exibido o filme Gritos no corredor.


2008: O Dia do Orgulho Nerd chega aos Estados Unidos


Em 2008, o Dia do Orgulho Nerd atravessou o Atlântico e foi comemorado oficialmente na América, mais especificamente nos Estados Unidos, onde foi divulgado por numerosos bloggers, unidos pelo lançamento do site GeekPrideDay. O matemático e autor John Derbyshire, vencedor do Prêmio Livro de Euler e blogueiro geek, anunciou que apareceria na parada da Quinta Avenida em Manhattan, vestido de número 57, na ala dos números primos - o que fez alguns bloggers dizerem que iriam procurá-lo.


Propagação contínua


Em 2009, o reconhecimento do dia tinha alcançado o Science Channel, com programação especial em 25 de Maio para celebra-lo, e eventos para comemorar o dia aconteceram em Ottawa, lar do Museu de Ciência e Tecnologia do Canadá e um centro de pesquisa notável no Canadá. Em 2010 o festival se espalhou ainda mais, sendo levado a cidades tão diversas como Halifax, Nova Scotia; Budapest, Hungria; Tel Aviv, Israel; Timişoara, Roménia e San Diego, Califórnia.

Especial Corpus Christi


Corpus Christi (expressão latina que significa Corpo de Cristo) é um evento baseado em tradições católicas realizado na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, que, por sua vez, acontece no domingo seguinte ao de Pentecostes. É uma "Festa de Guarda" onde a participação da Santa Missa neste dia é, para os católicos, obrigatória, na forma estabelecida pela conferência episcopal do país respectivo.

A procissão pelas vias públicas, quando é feita, atende a uma recomendação do Código de Direito Canônico (cânone 944) que determina ao bispo diocesano que a providencie, onde for possível, "para testemunhar publicamente a adoração e a veneração para com a Santíssima Eucaristia, principalmente na solenidade do Corpo e Sangue de Cristo." É recomendado que, nestas datas, a não ser por causa grave e urgente, não se ausente da diocese o bispo (cânone 395).

Origem:


A origem da Solenidade do Corpo e Sangue de Cristo remonta ao século XIII. O papa Urbano IV, na época o cônego Tiago Pantaleão de Troyes, arcediago do Cabido Diocesano de Liège, na Bélgica, recebeu o segredo da freira agostiniana Juliana de Mont Cornillon, que teve visões de Cristo demonstrando desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque. Por volta de 1264, em uma cidade próxima a Orvieto (onde o já então papa Urbano IV tinha sua corte), chamada Bolsena, ocorreu o Milagre de Bolsena, em que um sacerdote celebrante da Santa Missa, no momento de partir a Sagrada Hóstia, teria visto sair dela sangue, que empapou o corporal (pano onde se apoiam o cálice e a patena durante a Missa). O papa determinou que os objetos milagrosos fossem trazidos para Orvieto em grande procissão em 19 junho de 1264, sendo recebidos solenemente por Sua Santidade e levados para a Catedral de Santa Prisca. Esta foi a primeira procissão do Corporal Eucarístico de que se tem notícia. A festa de Corpus Christi foi oficialmente instituída por Urbano IV com a publicação da bula Transiturus em 8 de setembro de 1264, para ser celebrada na quinta-feira depois da oitava de Pentecostes.

Para um maior esplendor da solenidade, desejava Urbano IV um Ofício para ser cantado durante a celebração. O Ofício escolhido foi composto por São Tomás de Aquino, cujo título era Lauda Sion (Louva Sião). Este cântico permanece até a atualidade nas celebrações de Corpus Christi.

O decreto de Urbano IV teve pouca repercussão, porque o papa morreu em seguida, menos de um mês depois da publicação da bula Transiturus. Mas se propagou por algumas igrejas, como na diocese de Colônia, na Alemanha, onde Corpus Christi é celebrada desde antes de 1270. A procissão surgiu em Colônia e difundiu-se primeiro na Alemanha, depois na França e na Itália. Em Roma, é encontrada desde 1350.

A Eucaristia é um dos sete sacramentos e foi instituído na Última Ceia, quando Jesus disse: "Este é o meu corpo... isto é o meu sangue... fazei isto em memória de mim". Segundo Santo Agostinho, é um memorial de imenso benefício para os fiéis, deixado nas formas visíveis do pão e do vinho. Porque a Eucaristia foi celebrada pela primeira vez na Quinta-Feira Santa, Corpus Christi se celebra sempre numa quinta-feira após o vinho sangue de Jesus Cristo, em toda Santa Missa, mesmo que esta transformação da matéria não seja visível.

Corpus Christi é celebrado 60 dias após a Páscoa, podendo cair, assim, entre as datas de 21 de maio e 24 de junho.

Festa no Brasil:

Em muitas cidades portuguesas e brasileiras, é costume ornamentar as ruas por onde passa a procissão com tapetes de colorido vivo e desenhos de inspiração religiosa. Esta festividade de longa data se constitui uma tradição no Brasil, principalmente nas "cidades históricas", que se revestem de práticas antigas e tradicionais e que são embelezadas com decorações de acordo com costumes locais.

Em Pirenópolis, em Goiás, no Brasil, é uma tradição os tapetes de serragem colorida e flores do cerrado, cobrindo as ruas por onde passa a procissão de Corpus Christi. Também enfeitam-se cinco altares para a adoração do Santíssimo Sacramento e execução do cântico latino Tamtum Ergo Sacramentum. Esta procissão é acompanhada pela Irmandade do Santíssimo Sacramento e pela Orquestra e Coral Nossa Senhora do Rosário. É neste dia que o Imperador do Divino recebe a coroa para a realização da Festa do Divino de Pirenópolis, do ano seguinte.

Em Castelo, no estado do Espírito Santo, no Brasil, as ruas são decoradas com enormes tapetes coloridos formados por flores, serragem colorida e grãos.

O município de Matão, em São Paulo, no Brasil, é famoso por seus tapetes coloridos feitos de vidro moído, dolomitas, serragem e flores que formam uma cruz que se estende por 12 quarteirões no centro da cidade onde passa a procissão da eucaristia, um espetáculo que reúne fé, tradição, arte e beleza. No ano de 2011, Matão realizou a 63ª edição do Corpus Christi, onde mais de 70 toneladas de materiais foram usados para compor os desenhos. A expectativa dos organizadores é que o evento atrairia um público total de 80 mil pessoas. A praça de alimentação do evento fica por conta das entidades filantrópicas da cidade.

A cidade de Mariana, em Minas Gerais, no Brasil, comemora a festa de Corpus Christi enfeitando as ruas com tapetes de serragem e pinturas. No município de Coronel Fabriciano, os fiéis realizam a montagem dos tapetes de serragem que marcam o percurso da procissão nas ruas da região central da cidade, saindo da co-catedral São Sebastião. Tal manifestação mantém rituais originados na década de 1940 pela Paróquia São Sebastião e foi tombada como patrimônio cultural da cidade.

As cidades paulistas de Jaguariúna, Monte Mor, Santo André, Santana de Parnaíba, São Joaquim da Barra, além da baiana Jacobina, também seguem o mesmo estilo, as ruas ao redor da matriz são enfeitadas com serragem, raspa de couro, areias coloridas - tudo o que a criatividade proporciona para este dia santo.

Em Caieiras, a juventude da cidade promove, com sua criatividade, tapetes que se estendem no trajeto da procissão deste solene dia, desde a Igreja Matriz de Santo Antônio até a Igreja de São Francisco de Assis, num trabalho que dura doze horas e que é coroado com a procissão luminosa em torno ao Santíssimo Sacramento.

Em Porto Ferreira, a festa tem como finalidade a partilha, em comunhão com as três paróquias da cidade. Arrecadam-se alimentos que integram os enfeites nas ruas por onde o Santíssimo Sacramento passa e, após a solenidade, são doados a famílias que são assistidas por pastorais, como a Pastoral da Criança e Pastoral da Saúde. Esta iniciativa é realizada desde 2008.

Em Borborema, em São Paulo, no Brasil, as ruas são decoradas com enxovais, bordados e artesanatos, produzidos pelas mais de 50 lojas e fábricas da cidade. Após a procissão, tudo é vendido e a renda revertida ao Lar de Idosos São Sebastião.

Em Vera Cruz (São Paulo), é tradição os tapetes de terra e serragem colorida. Desde 1937 a paróquia Sagrado Coração de Jesus organiza a decoração que cobre as ruas do centro da cidade, sendo um dos maiores tapetes do gênero no país, com mais de 700 metros de percurso e chegando a 30 metros de largura em alguns trechos.

Em Cabo Frio (Rio de Janeiro), a principal avenida da cidade é decorada com tapetes feitos de sal, colorido com tintas especiais. Esse processo é acompanhado de perto pela igreja matriz Nossa Senhora de Assunção e, além de ser uma grande festividade religiosa, atrai os olhares de moradores e turistas de toda a região.

Festa em Portugal:

Em Portugal tradicionalmente é dia feriado. Em 2013, 14 e 15 o feriado foi retirado, regressando em 2016.

Neste dia em todas as 20 dioceses de Portugal, fazem-se solenes procissões a partir da igreja catedral, tal como em muitas outras localidades, que são muito concorridas. Estas procissões atingem o seu esplendor máximo em Braga, Porto e Lisboa.

Ordenada por dom Dinis, a festa do Corpus Christi começou a ser celebrada em 1282, embora haja referências à sua comemoração desde os tempos de dom Afonso III. Em Portugal, a festa de longa tradição era antigamente celebrada com danças, folias, e procissões em que o sagrado e o profano se misturavam. Representantes de várias profissões, carros alegóricos, diabos, a serpe, a coca, gigantones, ao som de gaitas de foles e outros instrumentos, desfilavam pelas ruas. Das danças dos ofícios, em Penafiel, ainda se celebram o baile dos ferreiros, o baile dos pedreiros e o baile das floreiras.

Esta celebração tem uma conotação muito forte no Minho, particularmente em Monção e em Ponte de Lima.

Em Ponte de Lima, a tradição d´O Corpo de Deus perdura já há vários séculos.

O Corpo de Deus é celebrado no 60º dia após a Páscoa, ou mais correctamente na Quinta-feira que se segue ao Domingo da Santíssima Trindade (que, por sua vez, é o primeiro Domingo a seguir ao Pentecostes) seguindo a norma canónica. A diferença prende-se no facto de, no dia posterior ao feriado nacional, se realizar uma celebração, própria e exclusiva da vila, tendo sido decretado desde 1977 feriado para todos os Limianos.

As celebrações do Corpo de Deus realizam-se durante todo o dia, sendo os Limianos presenteados com uma procissão da parte da manhã e outra da parte da tarde em volta da vila e uma missa para todos os habitantes do Concelho no próprio dia, sempre ao meio-dia, na Igreja Matriz.

Em Braga, é também tradição, desde 1923, a presença maciça de Escuteiros do Corpo Nacional de Escutas - Escutismo Católico Português, pois foi nessa procissão que os mesmos se apresentaram em público naquele ano.

Tapetes:


Os tapetes de rua são uma tradição e manifestação artística popular realizada por fiéis da Igreja Católica, confeccionados para a passagem da procissão de Corpus Christi.

A tradição da confecção do tapete surgiu em Portugal e veio para o Brasil com os colonizadores. Os desenhos utilizados são variados, mas enfocam principalmente o tema Eucaristia.

Para confeccionar os tapetes são utilizados diversos tipos de materiais, tais como serragem colorida, borra de café, farinha, areia, flores e outros acessórios.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Goatman - O Homem-Bode


Você diz que ama lendas dos índios americanos? Você já ouviu falar do Goatman? Não? Então, por favor, permita-me esclarecê-lo.

CreepyPasta:

Eu ouvi a lenda, quando uma queda de energia em nosso reserva nos fez decidir ter um incêndio. Como todos sabemos, nada vai melhor com um bom fogo de uma boa história. Isso foi onde eu aprendi sobre Goatman.

A lenda diz que eles metamorfosear. Eles amam formas humanas acima de tudo, que é o que os torna tão perigoso.

Pensa-se que se você encontrar um osso de um ou tirar uma fotografia e mantê-lo em sua casa, ele vai esperar.

"Para quê?" você pergunta. A resposta é, eles esperam de você ir embora. Uma vez que você sair, eles saquear o local até encontrar o que você tomou a partir deles.

Havia até mesmo um incidente, eu ouvi naquela noite, onde alguns homens se encontraram face a face Goatman.

Era uma noite como a que eu estava experimentando. Alguns homens tinham decidido ter um fogo no deserto e contou algumas histórias em torno dele. Em seguida, um estranho saiu do deserto e sentou-se, nunca mais falar uma palavra. Ninguém realmente tem um bom olhar para o estranho.

Um homem trouxe a lenda do Goatman, fazendo com que o estranho ouvir um pouco mais de perto. No final, os outros homens riu nervosamente, o estranho ainda em silêncio.

Os homens decidiram voltar para suas casas e apagar o fogo. Eles não têm espaço suficiente para o estrangeiro, e imaginei que ele poderia pedir carona de volta à cidade.

Eles tinham acabado de sair quando eles viram algo perseguindo seu caminhão. Com medo, eles aceleraram. A criatura acelerou sua busca também.

Quando atingiu o caminhão, ele virou de ponta cabeça e arrastou três homens fora na noite.

"O que aconteceu com eles?" você pergunta. Bem, eles nunca foram encontrados.

Tenha cuidado com o Goatman. Eles podem mudar de forma, não te disse? Aquele homem sem-teto que implora pela mudança poderia ser um. Ou seu chefe, o professor, ou até mesmo seus amigos.


Desvendando o Mito:

O Goatman é descrito como sendo uma criatura metade homem, metade bode. Possui a parte inferior (pernas e cascos) de bode, e chifres, a parte superior é humana, e possui pelos por praticamente todo o corpo. Sua altura seria em torno de 2 metros, e seu peso seria de 130 quilos!
A criatura vive nas florestas e porta um machado de duas faces. Já foi relacionado com Pã, da mitologia grega, com alguns avistamentos do Pé-Grande, e até mesmo com a lenda do "Homem do Gancho" (Bem famosa nos Estados Unidos), por causa de sua preferência em atacar estudantes namorando em carros.

Relatos:

A criatura já foi bem avistada no estado que deu origem à ela. O primeiro relato tem origem em 1957, no condado de Prince George. Um casal estava namorando dentro de seu carro estacionado em uma estrada quando ouviram um estranho barulho no capô do carro. Quando olharam para ver o que era, depararam-se com uma criatura assustadora encarando-os pela janela, com uma aparência que lembrava um bode, e agitando um machado nas mãos. Depois de alguns instantes, a criatura deu meia-volta e partiu para a floresta que ficava próxima à estrada.
Depois disso, vários avistamentos semelhantes começaram a ocorrer, e vários casais começaram a contar terem visto o Goatman observando-os pela janela, ou batendo no carro. Animais domésticos também começaram a aparecer mortos. (Uma senhora diz ter visto uma estranha criatura metade homem, metade bode, andando pelo jardim, em direção ao seu cachorro, que latia muito para o ser. A mulher, assustada demais para sair de casa naquele momento, só foi investigar no dia seguinte, e encontrou o cachorro decapitado)


E não existem apenas avistamentos desse tipo, nos anos 60, o Homem-Bode foi relacionado a morte de aproximadamente 14 pessoas! Não há muitos detalhes sobre essa história, mas sabe-se que todos faziam parte de um mesmo grupo (12 crianças e 2 adultos), que estavam supostamente caminhando próximo à casa da criatura quando foram atacados. Os sobreviventes do ataque relataram que o Goatman literalmente pica suas vítimas violentamente com seu machado, enquanto emite um grito ensurdecedor, algo que só o "próprio diabo poderia fazer".
Quando chegaram ao local, a polícia encontrou restos humanos comidos e uma trilha de sangue que levava até uma caverna de aparência horrenda.
Se é uma história real, não se sabe, não há relatos além desses.


A partir dos anos 70 e 80, o Goatman começou a migrar para o estado do Texas, onde relatos de ataques à adolescentes começaram a surgir. A criatura também teria jogado pedras e outros objetos em pessoas.

Surgimento:

As origens do Goatman variam bastante, vão desde rituais satânicos (já que o bode é relacionado ao satanismo), a fuga de loucos de um hospício (hospício é... sei...), entre muitos outros. Mas a história mais famosa seria a de que o Goatman teria nascido de uma experiência mal-sucedida no laboratório do Departamento de Agricultura em Beltsville, Maryland.
O Dr. Stephen Fletcher teria sido o mentor desse experimento, o próprio doutor teria confessado o fato. Ele tentou cruzar o DNA de um bode com o do seu assistente, William Lottsford, mas a experiência deu errado, e o rapaz acabou se transformando na criatura.

Seria Goatman uma personificação de Baphomet desenhado metade bode metade homem por Eliphas Levi


Goatman ou Krampus:


Krampus é uma criatura mitológica que acompanha São Nicolau durante a época do Natal, segundo lendas de várias regiões do mundo. Descrito sempre como uma criatura meio homem meio bode (idêntico ao mito estadunidense sobre Goatman).
A palavra Krampus vem de Krampen, palavra para "garra" do alto alemão antigo.

Filmes baseados na lenda de Goatman:

2009: Goatman (curta-metragem)
2010: vs. Jimmy Tupper o Goatman de Bowie
2012: Detour mortal: Os assassinatos de cabra homem
2013: Legend of the Goatman: horripilantes Monstros (documentação)


Seria uma prova de que Pan/Faunos (Criatura/Deus grecoromana)existem?

Talvez uma prova de que Krampus não trabalha apenas na época de natal...

Ou seria um experimento secreto americano para criar supersoldados tentando cruzar espécies distintas criando assim quimeras...

O que você caro leitor acredita que possa ser?

domingo, 22 de maio de 2016

Bonecas do Sexo Lolita (Lolita Slave Toys) parte II: A farsa

Semana passada mostramos a história que circula na DW e que "boiou" para a surface das Lolitas Slave Toys, hoje mostraremos que está história, não passa de mais um conto para assustar crianças, e que a mesma foi formulada por alguém com severos problemas mentais... O texto original fala de crianças de 8 a 10 anos que são comercializadas e vendidas para qualquer lugar do mundo para serem exploradas sexualmente, o que não é nenhuma novidade e, infelizmente, acontece com certa rotina. A questão é que há um texto rolando pela internet, provavelmente escrito por um menino de 15 anos ou um adulto de 30 com alguma fixação doentia por Nip/Tuck ou Centopéia Humana e zero conhecimento em Medicina, que tem assustado algumas pessoas. Achei por bem dissecar. Aí vem a lenda de que existia um site na DW [deep-web], explicando como comprar a “boneca” e que o site foi fechado antes que o FBI pudesse encontrar e blablabla..., e outros doll makers foram descobertos, mas o FBI é muito incompetente pra descobrir o mesmo, pobre Interpol, blablabla...
Tradução do texto original do frequentador assíduo do 4chan, entre aspas, e meus comentários logo em seguida: “Crio Brinquedos Escravos Lolita. No caso você esteja se perguntando o que eu quero dizer, é muito simples: eu transformo jovens em brinquedos sexuais gerenciáveis. É isso aí. As meninas não podem ir embora, não pode resistir, não pode dizer nada, pois elas estão lá apenas para sua diversão, sádico.” – Isso não é cientificamente possível. Mas sua linguagem misógina parece legítima.- “Curioso? Eu sou um cirurgião. Vou até esses países na periferia do leste da Europa. Uma sociedade muito dura ainda, a pobreza é enorme, e se você não tiver dinheiro e conexões, você está ferrado. E desnecessário dizer que, eu tenho os dois. Nós também temos meninas bonitas aqui, os países do Leste Europeu são bem conhecidos por isso.” – 1º – Cirurgião formado onde? Se você não for oriundo de “países do Leste Europeu”- que país? Você não pode praticar. Você não pode entrar. Nem sendo parte da UE você pode entrar sem visto, quem dirá pra praticar. Sim, a sociedade é dura e a pobreza é enorme, mas não é diferente do Brasil. Se você é um cirurgião formado em qualquer país médio do Leste Europeu como parece dizer ser “temos meninas bonitas AQUI”, você ganha o equivalente a TRINTA DÓLARES POR MÊS – ou seja, não, você não tem “dinheiro e conexões”. Pode trabalhar no tráfico de órgãos e até de pessoas pra prostituição – mas não estaria na internet falando do seu dinheiro, profissão e conexões por motivos mais do que óbvios. Falso, os hospitais em alguns países do LE estão em estado tão precário, especialmente em algumas províncias, que não tem verba pra máquinas de raio-x. E o fulano tá falando em cirurgias que necessitariam de drogas e anestésicos e acompanhamento que nem nos Estados Unidos custariam menos do que o valor PAGO pelas “bonecas”. Uma “boneca” que custa 40mil, cuja cirurgia pra “fazê-la” custaria 200mil dólares. Parece legítimo. Só que não. – “Felizmente (para mim), algumas dessas meninas não têm pais ou parentes mais e vivem em orfanatos. Na verdade, eu não diria que vivam, é incrível o que você encontra lá. Algumas meninas muito jovens têm sorte de ser adotadas, mas com 8 ou 9 anos de idade elas são muito velhas.” – 2º – Esse ponto é verdade. Mais de 30% da juventude em Belarus, Ucrânia e Rússia vivem em Orfanatos. O problema com esse ponto, é que a burocracia pra se tirar uma criança desses orfanatos é tão grande, que em orfanatos de crianças com problemas mentais, você as vê convalescendo aos 12 anos de idade porque o Governo prefere que elas morram ao vê-las adaptadas por não-parentes ou por internacionais depois de uma crise com os Estados Unidos e Moscou, há alguns anos. Beijos pra coerência e falta de pesquisa. Teria sido mais crível se tivesse falado que pegava as meninas na rua. – “Algumas das meninas mais bonitas são vendidas para a prostituição, você poderia considerar isso de sorte também para elas, em vez de lentamente desaparecendo na sujeira e pobreza. E algumas meninas eu compro.” – 3º – Infelizmente, as meninas são vendidas, quase invariavelmente, pra prostituição diretamente pelas FAMÍLIAS e tiradas da rua, nunca por agências governamentais. – “Eu geralmente escolho as garotas atraentes com cerca de 9 ou 10 anos, antes do início da puberdade. O orfanato é muito cooperativo, eles estão felizes que eles têm uma boca a menos para alimentar, um novo lugar para preencher. Eles também aceitam de bom grado minhas doações para as meninas. Eles nunca perguntam e eu nunca iria falar sobre o que acontece.” – 4º – “O orfanato é muito cooperativo”. Apenas não. “Eles estão felizes de ter uma boca a menos pra alimentar”. NÃO. Os orfanatos dependem do governo, quanto mais bocas pra alimentar, mais verba eles recebem e por menor que seja essa verba e por mais precárias que sejam as condições, eles raramente adotam internacionalmente, principalmente depois de 2010. NUNCA adotam pra homens solteiros (é LEI), e geralmente não aceitam doações que não sejam feitas por NGOs diretamente. “Eles nunca perguntam” – Tudo é documentado de forma tão burocrática, que nenhuma adoção é finalizada antes de DOIS ANOS com acompanhamento completo dos pais novos com a nova criança – e as vezes, os pais não podem escolher quem adotam e o processo é arbitrário – e quando se trata de criança especial, o processo pula pra QUATRO anos. – “Eles sabem que sou cirurgião, provavelmente acham que eu faço algumas experiências com as meninas ou cortar e vender os seus órgãos. Mas não, eu encontrei um negócio muito mais rentável: Transformo as meninas em brinquedos sexuais!” – 5º – Whah, imagino que estão todos impressionados com sua nova forma de misoginia! – “Você pode encomendar um brinquedo Escravo Lolita, se quiser. Eles não são baratos, eu cobro entre 30,000 e 40,000 dólares por um brinquedo. Isto é, sem custos de envio. Mas você terá uma Lolita Sex Toy escrava que lhe dará satisfação por anos, ela é como uma boneca, mas ela é uma boneca viva!” – 6o ponto – Novamente = 30 a 40k pra uma “boneca” que se a cirurgia fosse possível, levaria mais de 200k pra ser feita. “custos de Envio” Será que mandam por FedEx? – “Deixe-me dizer-lhe como eu transformo uma menina órfã em uma boneca viva. Quando eu encontro uma menina nova, adequada, peço ao orfanato para entrega-la em minha casa. Ela chega nua, amarrada e de olhos vendados. Depois de uma breve inspeção e uma rápida verificação médica, levo-a para minha clínica especial em minha casa.” – 7º – “Peço ao orfanato pra entregá-la em minha casa” – Não vou mais me alongar em como isso é completamente ilegal e impossível, porque vai ficar redundante. “ela chega nua, amarrada e de olhos vendados” – ah, o orfanato também faz isso como cortesia? – “Primeiro, vou limpá-la muito bem. Essas meninas realmente cheiram mal e são imundas, elas tomam um banho e quando ela está finalmente limpa, eu coloco-a em uma cama de hospital e dou-lhe uma injeção que irá fazê-la dormir. Vou criar uma nova identidade e dar-lhe um novo nome – Não sei os nomes das meninas reais, só sei sua idade, isso é tudo que eu preciso saber. No orfanato, elas têm todos os seus dados destruídos. Ela nunca existiu. A partir desse momento só existirão como um brinquedo.” – 8º – Fantasia misógina. “No orfanato elas tem todos os dados destruídos, ela nunca existiu” Redundância, ilegal, impossível. “Injeção que lhe fará dormir” – esse cirurgião é meio ruim com específicos, hein? O que, fio? “Na manhã seguinte, é o dia em grande operação. A menina ainda estará dormindo por causa do anestésico da noite passada. Eu a coloco na mesa de operação e administro anestésicos para a operação acontecer. Então, se você está se perguntando como meu Toy Slave não vai resistir?” – 9º – REMÉDIO PRA DORMIR NÃO É ANESTÉSICO. A não ser que o imbecil esteja confundindo Fentanyl com Versed ou Hydromorphone com Oxycodone, é obviamente BULLSHIT, mas vamos lá. “Grande operação”. “Ela está com anestésicos”. ENTÃO EU VOU ADMINISTRAR MAIS ANESTÉSICO. GENIAL!!!!! Porque não precisa monitorar nada. Função cardíaca, oxigenação, pra que, não é mesmo, minha gente?! O cara além de cirurgião é anestesio! E dos ótimos. Pelo jeito não liga se dá OD [overdose] na vítima. OD? O que é isso?! – “É muito simples: eu faço amputação de suas pernas e os braços! Eu vou amputar os braços bem acima cotovelos e as pernas bem acima dos joelhos. Fácil, não é? Essa garota nunca vai ficar longe de você… Para uma menina esta é uma operação muito pesada e é provavelmente o passo mais importante no processo de transformação. Mas a maioria das vezes elas sobrevivem.” – 10º – “eu faço amputação de suas pernas e braços” TÃO FÁCIL! E elas nem entram em choque! Não acontece DIC [sigla inglesa para Coagulação intravascular disseminada]! Não acontece Coagulopatia e Acidose! PORQUE ELE É MÁGICO! Ele faz tudo sozinho e não precisa DE NINGUÉM. AMIGUINHOS, é o misógino MAIS MÁGICO DO PLANETA *-* – “Agora, eu não estou apenas deixando as meninas com tocos de seus braços e pernas. Vou anexar uma barra de metal 5 cm muito firmemente ao osso em seus braços e pernas antes de costurar as feridas. A outra extremidade da barra de metal tem uma rosca de parafuso, onde é possível anexar um o-ring (também conhecido como junta tórrida).” – 11º – “Vou anexar uma barra de metal” O QUE É REJEIÇÃO NÃO É MESMO MINHA GENTE?! METAL. COM. ROSCA. DE. PARAFUSO. – “Quando ela estiver pronta, você facilmente coloca uma corrente ou cadeado para qualquer objeto que você gosta! As minhas Tanya e Luda normalmente têm um cadeado atrás das costas ligando a ambos os o-rings sobre os tocos de seus braços. Ele vai manter seus braços bem perto de seu corpo.” “No começo tem que cuidar das feridas nos tocos para evitar infecções. Uma vez que a ferida está curada completamente, vou colocar uma capa de silicone sobre o coto. A parte externa da tampa é coberta com veludo branco e isso realmente parece muito doce, apesar de cruel, e não o-rings no final do que resta de seus braços e pernas.” – 12º – Porque elas ainda não morreram de choque, sepse e DIC. O cara só agora tá pensando em “evitar infecções”… NO COMEÇO. Coloque uma “CAPA DE SILICONE” quando a ferida estiver “completamente curada”. A cirurgia dura quantos meses? Vou deletar algumas partes do fanfiction do idiota porque ninguém aqui é obrigado a ler tamanho absurdo, e voltar as partes médicas mais relevantes. – “Mas antes é um longo caminho a percorrer. A operação ainda não está pronta com amputação dos braços e as pernas. Em seguida eu também corto suas cordas vocais, por isso ela não pode mais falar ou fazer ruídos, e retiro os dentes de sua boca. Depois de ter removido todos os seus dentes, eu implanto uma camada de silicone em suas mandíbulas. (…) O implante de silicone é, contudo, absolutamente necessário, se não, ficaria desdentada. Isto mantém sua boa aparência. Para continuar a manter a boca em boa forma, ela vai usar uma mordaça de bola a maior parte do tempo. Isso soa um pouco antiquado, porque eu corto suas cordas vocais e ela não pode falar de qualquer maneira, mas isso é apenas por causa da estética. (…).” 13º – Procedimento de cortar cordas vocais: http://emedicine.medscape.com/article/1891197-overview Compare com a descrição do menino acima. Ria. PS: o paciente não perde a voz. “Uma vez que a operação está pronta, dou-lhe uma ou duas semanas para se recuperar e deixar a ferida cicatrizar. Em seguida, seu treinamento começa.” 14º – DUAS SEMANAS. “Na verdade, eu alimento-a uma vez por dia com uma mamadeira e fórmula infantil, pois contém todos os minerais e vitaminas. Eu não lhe dou mais, porque não quero que ela engorde.” 15º –… Não. Esse ser não é médico. A primeira frase entra em completa contradição com a segunda. “Quando eu estou fora para o negócio, normalmente eu coloco um cateter no seu trato urinário.” 16° – E ela não tem infecções de repetição porque o misógino não sabe o que elas são. “Antes de privá-la de seus últimos sentidos vou dar-lhe um leve anestésico. Então eu coloco fones em seus ouvidos e coloco por várias horas ruídos extremamente altos nos fones de ouvido. Isso será suficiente para danificar sua audição para o bem, ela não vai ser capaz de ouvir mais.” 17º – Não é assim que funciona. Mas que cirurgião precisa saber, you know, CIÊNCIA. “Os brinquedos escravos que estão à venda são ainda virgem” 18º – O tosco descreveu (não coloquei tudo), pelo menos 30 formas de estupro diferentes. Aí manda isso. E tem quem leve isso a sério. FINALMENTE. Pessoas: a DW [deep-web] não é mágica. Sim, existe mercado negro em todo lugar. A DW sempre existiu, as agências sabem da sua existência desde sempre, nenhum Tor [um mecanismo de anonimato online] vai te fazer imune do FBI bater na tua porta e não é “muito difícil” de encontrar vestígios da DW na SW [surface-web], FFS [for fuck’s sake]. Eu tenho pontas de ódio absurdas quando vejo essas coisas, mesmo porque ainda uso DW pra conversar no meio científico, e, guize, não é novidade nenhuma. Falso, ficção científica MISÓGINA é tão ruim quanto a verdadeira. Principalmente quando a imaginação fértil dos menininhos que fazem esses. Onions vem provavelmente de pornografia e relatos verdadeiros de rings de prostituição (Dutroux, alguém?) e também de .onions que estão por aí livremente divulgando CP [sigla inglesa para pornografia infantil] ou “hardcandy”. E é aí que entra a necessidade de FICAR LONGE DESSE TIPO DE MERDA e denunciar ao invés de dar share. “O quanto mais curioso você fica, mais fundo você irá, mais frio ficará.” A exploração, morte e degradação de meninas e mulheres NÃO É MOTIVO DE CURIOSIDADE pra homens. E não vou nem comentar o “mais frio ficará” As fotos a seguir NÃO SÃO PESSOAS AMPUTADAS, PARA SEREM LOLITAS, elas simplesmente são adeptas do BDSM (Bondage/Domination/Discipline/SadoMasochism) mais expecificamente ao Bondage com SILVERTAPE:
Como podem notar nas imagens acima da para ver claramente que seus braços e pernas estão dobrados e imobilizados por SILVER TAPE (aquelas fitas largas que podemos encontrar em papelarias para lacrar caixas), nada de mais. Conclusão: Esta lenda da DW nada mais é do que uma história criada por alguém que tenha uma certa fixação/admiração por BDSM, e em seus sonhos doentios, quis de certo modo criar as Lolitas. Não vou dizer que ninguém nunca tentou criar uma após ter lido esta estória, pois o mundo é grande e a insanidade humana a cada dia que passa quebra suas barreiras... PS: NUNCA TENTEM IMITAR AS COISAS QUE LEEM SOBRE A DW, isto com certeza acabará mau, pessoas feridas e a Policia Federal na sua porta.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Aokigahara - A Floresta dos Suicídas



Aokigahara (青木ヶ原), também conhecida como Mar de Árvores (樹海), é uma floresta de 35km² situada na base noroeste do monte Fuji, no Japão. A floresta contém um grande número de rochas e cavernas de gelo, alguns dos quais são pontos turísticos populares. Devido à densidade das árvores, que bloqueiam o vento, e à ausência de vida selvagem, Aokigahara é conhecida por ser estranhamente silenciosa. Contam-se muitas lendas acerca da floresta. Algumas delas a relacionam com demônios e espíritos malignos característicos da mitologia japonesa e é conhecida por ser um local comum de suicídios. No ano de 2010, 54 pessoas completaram o ato na floresta, apesar de numerosas mensagens, em japonês e inglês, para que as pessoas reconsiderassem suas ações. Em média, são encontrados cem corpos por ano, alguns em avançado estado de putrefação ou até mesmo somente seus esqueletos. Muitas pessoas dizem que existem espíritos malignos por lá.


A floresta é um lugar comum de suicídios, considerado o mais comum do Japão e o segundo do mundo, atrás apenas da Ponte Golden Gate, em São Francisco. As estatísticas variam, no período anterior a 1988, ocorriam cerca de 30 suicídios cada ano. Os números aumentaram desde então.

Em 2002, 78 corpos foram encontrados dentro da floresta, batendo o recorde que até então acontecera no ano de 1998, quando 73 corpos foram encontrados. Em 2003, o número chegou a 100, quando deixou de ser divulgado pelo governo na tentativa de diminuir a relação da floresta com o suicídio, outras referências de entidades não ligadas ao governo e dados informais continuaram a existir. Em 2004, 108 pessoas se mataram na floresta. Em 2010 o número de pessoas que tentaram suicídio aumentou drásticamente para 247, mas apenas 54 completaram o ato. O mês de maior número de suicídios no Japão é março, o fim do ano fiscal no país.

O alto índice de suicídios chamou a atenção das autoridades japonesas, que colocaram avisos em japonês e inglês desencorajando o ato. A "Caça ao Corpo" consiste em um pequeno exército formado por policiais, voluntários e jornalistas que buscam por corpos na floresta, é realizada desde 1970.


A popularidade da floresta como lugar de suicídios surgiu em 1960, na novela Kuroi Jukai (Mar sombrio das árvores), de Seichō Matsumoto, que termina com dois amantes cometendo suicídio na floresta. Porém, os relatos de suicídio na floresta precedem da publicação da novela, e o lugar há muito tempo era associado à morte. Talvez ele seja praticado na floresta desde o século XIX. A floresta é supostamente assombrada pelos fantasmas daqueles que morreram e também chamada de Floresta do Suicídio. Em 2015 também foram encontradas tendas abandonadas por turistas que por ali se tinham alojado e desde então o número de habitantes locais a visitar a floresta diminuiu, mas o número de turistas é cada vez maior. O número de habitantes locais a visitar a floresta não conta com o número de suicidas.

Filme A Floresta Maldita (The Forest)


Ano de Lançamento: Previsto para 2016
Sinopse e detalhes
Não recomendado para menores de 14 anos
Sara tem uma irmã gêmea e está preocupada com o seu desaparecimento misterioso. O maior receio dela é que a irmã tenha ido para a floresta de Aokigahara, no Japão, mais conhecida como a floresta dos suicidas. Apesar de todos a alertarem para não ir, ela entra na floresta, repleta de horrores inexplicáveis, determinada a descobrir a verdade sobre o destino de sua irmã.
Título original The Forest
Distribuidor Diamond Films

E você caro leitor, teria coragem se aventurar-se ou quem sabe levar a namorada para um picnic nesta floresta?

quarta-feira, 18 de maio de 2016

As ilhas mais mortais do mundo



Ilhas podem ser lugares paradisíacos, com belas praias e pontos para relaxar. Mas algumas delas oferecem perigos e afugentam tanto turistas quanto habitantes locais. Animais assustadores, vestígios de produtos nucleares e químicos e condições climáticas extremas são algumas das ameaças nas ilhas mais perigosas do planeta selecionadas pelo jornal inglês The Telegraph .

Ilha da Queimada Grande, Brasil


Conhecida como Ilha das Cobras, a Ilha da Queimada Grande fica a 35 km de Itanhaém, no litoral de São Paulo, e é uma das mais perigosas e assustadoras do planeta. Estima-se que a ilha tenha uma população de cinco serpentes por metro quadrado de uma espécie conhecida como serpente-ilhoa, uma das mais venenosas do mundo. Apenas cientistas são autorizados a abordar a ilha, que não tem nenhuma praia.

Miyake-Jima, Japão


Miyake-Jima é uma das seis ilhas vulcânicas que formam o arquipélago de Izu, perto do litoral de Tóquio, no Japão. A ilha é famosa pelo seu Monte Oyama, um dos vulcões mais ativos do planeta nos últimos anos. Desde sua última erupção em 2005, o Oyama expele constantemente um gás venenoso, que obriga os habitantes da ilha a carregar uma máscara de proteção quando sirenes instaladas na ilha avisam os habitantes que os níveis tóxicos estão muito altos.

Saba, Antilhas Holandesas


Saba é uma pequena ilha das Antilhas holandesas, com boa parte de seus 13 km² cobertos por montanhas e com casinhas onde moram seus cerca de 1,2 mil habitantes. Nos últimos 150 anos, a ilha foi atingida por mais furacões do que qualquer outra região do planeta, incluindo quinze tempestades de categoria 3 e sete de categoria 5, as mais violentas de todas, com ventos de mais de 250 km/h.

Atol de Bikini, Ilhas Marshall


Formado por 36 ilhotas que rodeiam uma lagoa, o Atol de Bikini é símbolo do auge dos testes nucleares. O local foi usado para testar armas nucleares mais de 20 vezes entre 1946 e 1958. Apesar da área ter sido declarada como livre de vestígios tóxicos em 1997, os habitantes locais nunca quiseram voltar definitivamente. É fortemente desaconselhado comer qualquer coisa que provenha da área. Pela ausência de pesca, a vida submarina é abundante e atrai muitos mergulhadores.

Ilha de Gruinard, Escócia


Pequena porção de terra ovalada do norte da Escócia, a Ilha de Gruinard foi usada pelo governo britânico para testes com armas biológicas durante a Segunda Guerra Mundial. Os experimentos foram realizados na ilha desabitada com o perigoso vírus antraz, que matou centenas de ovelhas e forçou Gruinard a ser posta em quarentena. A ilha foi descontaminada nos anos oitenta, usando-se toneladas de produtos químicos.

Ilhas Farallon, Estados Unidos


Entre 1946 e 1970, o litoral das Ilhas Farallon, a 40 km de São Francisco, foi usado como depósito de lixo radioativo. Estima-se que mais de 48 mil barris tenham sido descartados no local, mas o perigo que eles apresentam ao meio ambiente ainda não está claro. A região é habitada por elefantes marinhos que atraem numerosos tubarões brancos. É melhor pensar duas vezes antes de mergulhar nas águas das Ilhas Farallon.

Ilha Ramree, Myanmar


Situada no litoral do Myanmar, a ilha Ramree é conhecida por um incidente que ocorreu durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1945, após uma batalha entre tropas japonesas e britânicas, soldados nipônicos foram obrigados a se esconder em pântanos, e mais de 400 deles foram devorados por crocodilos. O episódio entrou no livro dos recordes como "o maior desastre sofrido por homens por causa de animais".

Danger Island, Seychelles


Danger Island, ou Ilha do Perigo, encontra-se 800 km ao sul das Maldivas, no Oceano Índico, e recebeu esse nome pela ausência de ancoragem segura. Os primeiros exploradores que chegaram a esta estrutura de coral de 2 km de comprimento por 400 metros de largura sofreram e se arriscaram para atingi-la. Hoje, com cartas náuticas adequadas e GPS sofisticados, o local continua sendo um desafio para os velejadores.