Translate

sábado, 31 de outubro de 2009

Faixa preta em karatê, alemã dá surra em ladrão na Austrália

Carateca acertou três golpes no rosto e um chute em um dos bandidos.
Ladrões tentaram assaltar grupo de turistas em Alice Springs (Austrália).

Um assaltante escolheu a vítima errada no último sábado (24) em Alice Springs, na Austrália. O bandido tentou roubar uma turista alemã de 20 anos, mas acabou apanhando da jovem, que é faixa preta em karatê, segundo reportagem da emissora australiana de TV "ABC News".

De acordo com o policial Sean Parnell, a carateca acertou três golpes no rosto e um chute em um dos bandidos. "Acreditamos que, dada a força com que ela bateu, o ladrão pode ter sofrido algumas lesões", destacou ele.

A jovem estava com um grupo de turistas quando os ladrões tentaram assaltá-los no sábado à noite. A mulher que não teve o nome divulgado pratica karatê há 10 anos.

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Flagrado roubando carro, homem alega que foi pedido de Deus

David A. Silva, de 36 anos, foi flagrado em Lexington, nos EUA.
Ele disse aos policiais que estava em uma 'missão divina'.

Um homem preso por tentar roubar um carro em Lexington, no estado americano de Kentucky, disse aos policiais que estava em uma "missão de Deus", de acordo com reportagem da emissora "Lex 18 News".

A polícia disse que David A. Silva, de 36 anos, quebrou a janela de um carro em uma loja de veículos, na tarde de quarta-feira (28), mas foi flagrado por um segurança antes de conseguir entrar. Ele disse ao vigilante que queria roubar o carro para Deus.


O segurança segurou Silva até a chegada da polícia. Quando os oficiais o abordaram, ele primeiramente disse que se chamava "Seven" ("sete" em inglês).

domingo, 4 de outubro de 2009

Homem é preso depois de ameaçar atirar em iPhone dentro de loja

Cliente afirmou que aparelho não estava funcionando.
Ele mostrou arma para atendente do estabelecimento.

Um homem foi preso depois de ameaçar dar um tiro em um iPhone dentro de uma loja da Apple em Cincinnati, nos Estados Unidos.

De acordo com o registro policial, Donald Goodrich, de 38 anos, estava insatisfeito porque seu iPhone não estava funcionando normalmente. Ele teria dito a uma atendente da loja que estava "tão indignado, que poderia botar uma 9mm nele".

Mesmo depois de a atendente dizer que não havia motivo para tanto, Goodrich teria aberto a camisa e mostrado uma pistola 9mm preta, dizendo "Eu vou fazer isso agora. Veja".

A atendente disse a ele que iria resolver o problema e contou o episódio à gerente, que chamou a polícia.