Translate

domingo, 30 de agosto de 2009

Participante de reality show no Paquistão morre afogado durante prova

Saad Khan carregava mochila de 7 quilos enquanto atravessava lago.
Reality show ainda não começou a ser exibido no país.

Um participante de um reality show da TV do Paquistão morreu afogado enquanto participava de uma prova, disse uma porta-voz dos patrocinadores do programa neste domingo (30).

O participante Saad Khan, de 32 anos, estava atravessando a nado um lago enquanto carregava uma mochila pesando 7 quilos, quando começou a pedir ajuda e desapareceu na água, diz Farehste Aslam, representante da Unilever Paquistão, o patrocinador do programa.

Os outros participantes, assustados com a cena, correram para tentar salvá-lo, mas não conseguiram encontrar o colega nas águas turvas do lago em Bangkok, capital da Tailândia, onde o programa está sendo filmado.

Mergulhadores depois resgataram o corpo de Khan, disse Aslam.

A morte aconteceu durante as filmagens do décimo episódio do programa, no dia 19 de agosto, mas não foi divulgada até a chegada do corpo de Khan à sua casa, na cidade de Karachi, no sul do Paquistão.

A polícia investiga se a morte foi um acidente ou foi causada por negligência, diz o jornal de Bangkok “Kom Chad Luek”. Não foi possível contatar a polícia no domingo (30) para informar os rumos das investigações.
Aslam explica que a Unilever Paquistão diz não ter nenhuma responsabilidade sobre a morte de Khan e que a empresa está decidindo se vai oferecer ajuda financeira à sua esposa e aos seus quatro filhos.

Um amigo próximo de Khan, Babar Jimani, disse por telefone que a família ainda não está pronta para falar com a mídia.

Khan já havia sido eliminado do reality show ainda sem nome, mas havia voltado para um desafio que garantiria uma vaga nas finais do programa.

Os planos de exibição do reality show – que serviria como peça promocional para um xampu da Unilever – estavam suspensos. Aslam disse que a divisão paquistanesa da multinacional não estava envolvida na produção do show, que foi delegada a uma equipe de Mumbai, capital do entretenimento da Índia.

Em maio, um participante da versão búlgara do programa “Survivor” (“No limite”) morreu após sofrer um ataque cardíaco enquanto filmava em uma ilha nas Filipinas. Noncho Vodenicharov, de 53 anos, morreu após terminar uma atividade física não-especificada pelo polícia das Filipinas.



Isso sim que é Reality Show.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Britânicos acreditam ver monstro do Lago Ness em imagem de satélite

Nessie é descrito como um plesiossauro, réptil marinho extinto.
Reprodução do Google Earth foi publicada em jornais da Inglaterra.

Um dos maiores mistérios da Escócia voltou a ser notícia nesta quarta-feira (26) nos jornais britânicos depois que um internauta disse ter visto o monstro do Lago Ness em uma imagem de satélite disponível no Google Earth.

O monstro Nessie é descrito como um plesiossauro, um réptil marinho com quatro nadadeiras e uma cauda longa, extinto há milhões de anos. A reprodução que mostra uma mancha branca com o mesmo formato da criatura na água foi divulgada em veículos como "The Sun" e "Daily Mail".

"Eu não acreditei. Ele é justamente como nas descrições do Nessie", disse o segurança Jason Cooke, que fez a reprodução da imagem. Adrian Shine, um pesquisador do projeto Lago Ness, disse que a imagem é "realmente intrigante" e que merece estudo.

Para ver a imagem do "monstro do lago", basta colocar no Google Earth as coordenadas 57°12'52.13"N (latitude) e 4°34'14.16"W (longitude).

domingo, 23 de agosto de 2009

Ladrão rouba cerveja, mas é preso 'dormindo' do outro lado da rua

Ele estava no meio de alguns arbustos na rua em frente ao clube.
Justiça da Flórida estipulou uma fiança de US$ 2,5 mil para o suspeito.

O norte-americano Scott Riley, de 28 anos, foi preso na semana passada acusado de ter roubado várias garrafas de cerveja e um cooler (recipiente térmico destinado a gelar e conservar bebidas) de um clube em Daytona Beach, na Flórida (EUA), segundo reportagem do "News Journal".

No entanto, de acordo com o porta-voz da polícia, Jimmie Flynt, Riley nem se deu ao trabalho de se afastar do local do roubo.

Ele foi encontrado "dormindo" no meio de alguns arbustos na rua em frente ao clube náutico. Ao seu lado, estavam várias garrafas de cerveja e um cooler azul, no qual estava escrito "Halifax River Yacht Club".

A polícia acredita que Riley possa estar ligado a outros roubos nas proximidades. A Justiça estipulou uma fiança de US$ 2,5 mil para o suspeito.

domingo, 16 de agosto de 2009

Cidade israelense oferece US$ 1 milhão para quem achar sereia em sua costa

'As pessoas disseram que era metade mulher e metade peixe', diz porta-voz.
Segundo a 'Sky News', tudo não passa de uma campanha de marketing.

A cidade israelense de Kiryat Yam está oferecendo US$ 1 milhão (cerca de R$ 1,8 milhão) para quem provar a existência de uma sereia em sua costa depois que várias pessoas afirmaram que viram a "mulher-peixe" nos últimos meses, segundo a emissora de TV "Sky News".

Segundo a imprensa local, a sereia teria sido vista ao entardecer. Desde então, muitas pessoas têm ido até a praia para tentar fotografá-la. "As pessoas disseram que era metade mulher, metade peixe e salta como um golfinho", disse Nattier Zilberman, porta-voz do município.

Questionado se poderia ser um golfinho ou um peixe, ele insistiu: "Eles dizem que é uma figura feminina, que parece uma garota". No entanto Nattier Zilberman evitou confirmar a recompensar, mas destacou que, se houver mesmo uma sereia, isso trará muito mais dinheiro.

Segundo a "Sky News", tudo não passa de uma campanha de marketing para tentar atrair mais turistas para a cidade.

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Britânico pode levar multa de R$ 15 mil por causa de barulho de galo

Galo chamado 'Rocky' costuma cantar, às vezes, por volta das 4h30.
No entanto dono argumenta que vive em área rural e ruído é normal.

O britânico Paul Wilton, de 51 anos, pode ser multado em 5 mi libras (R$ 15,6 mil) se o seu galo de estimação continuar a cantar de madrugada e a acordar os vizinhos, segundo reportagem do jornal inglês "Daily Mail".

De acordo com o periódico, o galo chamado "Rocky" costuma cantar, às vezes, por volta das 4h30, o que provocou a ira dos vizinhos de Wilton. O dono do bicho recebeu uma notificação e tem o prazo de 14 dias para acabar com o barulho.

No entanto Wilton não sabe o que fazer. Ele destacou que terá que matar a ave porque não tem outra opção, já que não conseguiu encontrar um novo lar para "Rocky".

Wilton afirmou ainda que ficou espantando que pessoas que vivem em zonas rurais se queixem de ruídos normais, como de um galo. Ele contou que algumas pessoas sugeriram que ele coma a ave. "Ele é muito velho e seria muito difícil", afirmou.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Cidade com nome de palavrão tenta evitar roubo de placas

'Nós não achamos isso engraçado', diz o prefeito de Fucking, Franz Meindl.
Situação da cidade austríaca é a mesma pela qual passa a alemã Wank.

Funcionários da cidade austríaca chamada "Fucking" (palavrão em inglês) estão instalando câmeras de segurança para evitar o roubo de placas por parte de turistas que visitam o local, segundo o jornal "Austrian Times".

A situação é a mesma pela qual passa Wank (Alemanha) --o nome da cidade também significa um palavrão em inglês. Para Juergen Stoll, que vive em Wank, os moradores de Fucking deveriam aproveitar a coincidência.

Segundo ele, embora não signifique nada em alemão, o nome "Wank" virou uma mina de ouro para a cidade, pois ele atrai muitos visitantes da língua Inglesa.

No entanto o prefeito de Fucking, Franz Meindl, se queixou das brincadeiras. "Nós não achamos isso engraçado. Só queremos ficar sozinhos. Nós não prejudicamos ninguém e só queremos viver em paz", afirmou ele.

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Polícia faz 5 revistas para achar arma que jovem escondia nas dobrinhas da barriga

George Vera foi detido após ser apanhado com 439 CDs piratas.
Polícia de Houston abriu inquérito para investigar o que aconteceu.

A polícia de Houston teve bastante trabalho para achar uma arma que o norte-americano George Vera, de 25 anos, escondia nas dobrinhas de sua barriga. A pistola só foi descoberta depois que ele passou por cinco revistas, segundo o jornal “Houston Chronicle”.

Vera foi detido na cidade de Houston, no estado do Texas, após ser apanhado com 439 CDs piratas. No entanto, nas quatro primeiras revistas realizadas no acusado, os policiais não encontraram a arma que ele escondia.

A porta-voz da polícia, Christina Garza, disse que é preocupante o fato de não ter sido descoberto nas primeiras revistas que o suspeito estava armado. Segundo ela, foi aberto um inquérito para investigar o que aconteceu.

A pistola só foi descoberta quando Vera estava no chuveiro --um agente notou que ele escondia uma arma em sua pele. Vera, que mede 1,78 m e pesa mais de 225 quilos, foi libertado da cadeia após pagar uma fiança de US$ 10 mil.

domingo, 9 de agosto de 2009

Resort faz promoção, mas hóspede não recebe cama, nem mesmo papel higiênico

Diárias saem por US$ 19, contra mais de US$ 200 do preço normal.
Pacote 'sobrevivente' foi lançado por resort de luxo em San Diego (EUA).

Um resort de luxo em San Diego, no estado da Califórnia (EUA), está oferecendo quartos com diárias de apenas US$ 19 (cerca de R$ 35). Mas há um inconveniente: o quarto vem sem lençóis, toalhas, produtos de higiene e cama, segundo o jornal "Union Tribune".

Para poder aproveitar a promoção que vai de 16 a 31 de agosto --normalmente, a diária passa dos US$ 200--, os hóspedes não poderão se importar em dormir em uma barraca, de acordo com o periódico norte-americano.

Quem pagar US$ 19 pelo pacote "sobrevivente" não terá direito a café da manhã, ar condicionado, lençóis, cama e terá que levar seu próprio papel higiênico. O resort de luxo vai deixar no quarto uma pequena barraca.

O gerente-geral do resort "Rancho Bernardo Inn", John Gates, disse que espera que as pessoas que procurarem a promoção voltem depois com o preço integral. O resort de luxo conta com três piscinas, um spa e campo de golfe.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Prefeito transexual leva advertência por usar vestido muito curto

Advertência foi aprovada pelos vereadores por quatro votos a três.
'Fiquei surpreso', disse Stu Rasmussen, que governa a pequena Silverton.

O prefeito transexual Stu Rasmussen, que governa a pequena Silverton, no estado do Oregon (EUA), foi repreendido pelos vereadores da cidade por usar um vestido muito curto, segundo reportagem da emissora americana de TV "NBC".

A advertência foi aprovada pela Câmara Municipal de Vereadores por quatro votos a três. Em sua defesa, Rasmussen disse que o vestido era apropriado por causa do calor de mais de 33º C que fazia na cidade.

O grupo que apresentou a queixa era liderado por Ken Hector, que foi derrotado por Rasmussen na eleição do ano passado. Com 1.988 votos, ele venceu seu adversário por mais de 450 votos --Ken Hector conseguiu um total de 1.512.

"Fiquei surpreso", disse Rasmussen, destacando que a cidade deveria ficar mais focada no seu trabalho à frente da prefeitura. Ele está em seu terceiro mandato como prefeito da cidade, que fica a cerca de 70 quilômetros de Portland.

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Caixa de banco é demitido porque perseguiu e capturou ladrão

Jim Nicholson capturou o bandido após persegui-lo por vários quarteirões.
Ele foi demitido por violar a política da instituição de não reagir a assaltos.

Uma caixa de banco em Seattle, no estado de Washington (EUA), foi demitido pela instituição financeira porque enfrentou e perseguiu o ladrão que tentava roubar a agência na qual trabalhava, segundo reportagem do jornal "Seattle Times".

Na última terça-feira, um homem entrou no banco Key, aproximou-se do caixa Jim Nicholson e colocou um saco sobre o balcão, exigindo que ele entregasse o dinheiro.

Mas, em vez de entregar o dinheiro, Nicholson mandou o assaltante mostrar a arma. Como ele não deu sinais de estar armado, Nicholson tentou agarrar o criminoso, que correu para fora do banco.

No entanto, com a ajuda de outra pessoa, o caixa da agência capturou o bandido após persegui-lo por vários quarteirões. Após dominá-lo, ele esperou a chegada da polícia, que prendeu o suspeito.

A ação de Nicholson, porém, não agradou a direção do banco, que o demitiu por ter violado a política da instituição de não reagir a assaltos, pois isso coloca em risco a segurança de funcionários e clientes do banco.

Nicholson, que trabalhava no banco há dois anos, disse que não tinha ressentimentos, pois compreende a política do banco. Mas ele destacou que sua preocupação era que o homem tentasse roubar outro banco.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Americana de 86 anos é presa pela 61ª vez

Ella Orko tem 13 condenações por roubo. Ela foi presa pela 1ª vez em 56.
Ela foi detida pela polícia acusada de tentar roubar vários itens de uma loja.

Uma mulher de 86 anos foi presa no último domingo (2), em Chicago (EUA), pela 61ª vez. Ela foi detida pela polícia acusada de tentar roubar vários itens de uma loja, segundo reportagem da emissora de TV "Fox".

Ella Orko tinha pego cinco embalagens de salmão, 11 pacotes de pilhas, produtos antirrugas, embalagens de creme para o rosto e quatro frascos de café instantâneo, de acordo com o Departamento de Polícia de Belmont.

Os itens roubados pela idosa estavam avaliados em US$ 252,26. Ela escondeu os produtos debaixo de sua roupa e tentou sair da loja sem pagar, segundo o relatório policial.

A mulher tem 13 condenações por roubo. Ela foi presa pela primeira vez em 1956.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Indiano tatua 6 bandeiras no rosto, mas quer chegar a 220 em todo corpo

Guiness Rishi já tatuou bandeiras da Índia, Reino Unido, EUA e Canadá.
Ele quer atingir o feito em 3 anos, o que deve custar cerca de R$ 39 mil.

O indiano Guiness Rishi, de 67 anos, disse que vai tatuar 220 diferentes bandeiras em seu corpo, com o objetivo de entrar para o Guinness, livro dos recordes, segundo reportagem do jornal inglês "Metro".

Rishi já tatuou seis bandeiras em seu rosto --Índia, Reino Unido, Estados Unidos, Chipre, Canadá e a do Congresso indiano. Ele destacou que seu objetivo é cobrir seu corpo com 220 bandeiras no prazo de três anos, o que deve custar cerca de 12,5 mil libras (R$ 39 mil).

De acordo com o periódico, Guinness Rishi já detém outros feitos – entre eles, adotou a pessoa mais velha do mundo (ele ganhou a custódia de um cunhado de 61 anos) e construiu a maior torre de pedras de açúcar.

Na verdade, "Guinness Rishi" não é seu verdadeiro nome. Ele se chamava Har Parkash, mas decidiu usar o novo nome por causa de sua obstinação em estabelecer novos registros.

domingo, 2 de agosto de 2009

Vovôs posam nus para calendário na Suécia

Ele foi criado para celebrar aniversário de clube pesca em Arvidsträsk.
Desde que foi lançado, calendário já vendeu quase 400 exemplares.

Para celebrar o décimo aniversário de um clube local de pesca, um grupo de 12 homens de meia-idade resolveu posar nu para um calendário em Arvidsträsk, na Suécia, segundo reportagem do jornal sueco "The Local".

"Estamos todos na faixa dos 50 e 60 anos e um pouco cheios ao redor da cintura, mas estamos apenas se divertindo com isso", disse Christer Eriksson, um dos participantes do calendário.



Segundo Eriksson, o recrutamento das pessoas foi a parte mais fácil. "Talvez, há mais pressão quando você tem 25 anos e está em boa forma, mas, quando você tem mais de 50 anos e uma grande barriga, ninguém se importa", disse ele.

O calendário, que contou com o patrocínio de empresas locais, apresenta os "vovôs-modelos" em várias poses, como a de um Papai Noel usando apenas o tradicional gorrinho. Desde que foi lançado em junho, ele já vendeu quase 400 exemplares

sábado, 1 de agosto de 2009

Vaga de zumbi atrai 200 pessoas em Londres

Candidatos devem ser extrovertidos e ter vontade de divertir as pessoas.
Salário é de 30 mil libras por ano, segundo o jornal 'Evening Standard'.

A crise afetou tanto o mercado de trabalho do Reino Unido que qualquer vaga passou a ser disputada com afinco no país, como no caso da oferta para se transformar em um morto-vivo, um emprego pouco convencional, mas que atraiu 200 pessoas em Londres.
O posto de trabalho foi criado pela London Bridge, uma das principais atrações turísticas da capital britânica que procura agora "zumbis...vivos ou mortos".
O salário é de 30 mil libras anuais (34.500 euros) e o eleito passará os dias "assustando os visitantes" nas "horríveis catacumbas" que há debaixo da ponte, segundo o anúncio publicado pela London Bridge.

A atração turística é a que mais zumbis emprega em toda a cidade --dúzias--, mas em convocações anteriores só tinha conseguido atrair 50 candidatos em média, um quarto dos interessados agora.
O responsável da contratação deste novo morto-vivo, James Kislingbury, explicou ao "Evening Standard" que os candidatos devem "ser extrovertidos, ter vontade de divertir as pessoas e estar em forma".

Esta última condição é exigida porque os zumbis da London Bridge têm que "perseguir as pessoas por aí, às vezes com uma moto-serra", o que obriga a cumprir certos requisitos físicos básicos.
Kislingbury destacou que apesar do que possa parecer, os atores profissionais não têm por que ser os melhores zumbis, já que "estão mais acostumados a recitar suas falas ao público do que a interagir com o público e assustá-lo o máximo possível".