Translate

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Equador quer ajudar jovem que leiloa virgindade na web na Espanha, diz jornal

Como dito em um post anterior...

Evelyn diz que precisa de dinheiro para pagar um tratamento para a mãe.
No anúncio, lance inicial é de 15 mil euros (cerca de R$ 40 mil).

O governo do Equador vai oferecer ajuda à família de Evelyn, a equatoriana de 28 anos que vive na Espanha e decidiu colocar sua virgindade a leilão na internet.


No anúncio, publicado no dia 10 de maio, a jovem explica que quer ter condições de continuar estudando e adquirir "alguma estabilidade financeira". A representação diplomática equatoriana na Espanha quer conhecer a situação da família e oferecer uma proposta concreta para que ela desista da sua intenção, segundo o jornal "El Mundo", que trouxe a história à tona.

"Não acho que leiloar minha virgindade resolverá todos os meus problemas, mas vai me dar alguma estabilidade financeira", disse Evelyn no anúncio, no qual o lance inicial está fixado em 15 mil euros (cerca de R$ 40 mil).

Em reportagem publicada na terça pelo "El Mundo", Evelyn afirma que precisa do dinheiro para custear um tratamento médico de sua mãe. O seu salário de meio turno como faxineira cobre apenas os gastos mensais da jovem na Espanha e é insuficiente para pagar um bom especialista.

Evelyn assegura que foi educada sob princípios religiosos. "Meus pais nos explicaram que uma mulher tem de ser pura, guardar a virgindade até o matrimônio, ser de um só homem e se entregar à pessoa amada", contou ao "El Mundo". A jovem garante que não fez sexo até hoje e que esse será o sacrifício pela saúde da mãe.

Mas o vencedor do leilão não pode ser qualquer um e deve aceitar suas condições. Beijos e carícias estão proibidos, e o uso de preservativo é obrigatório. Além disso, Evelyn exige um certificado médico que ateste a boa saúde do interessado e diz que quer um homem "delicado".