Translate

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Café com gatos é inaugurado na Polônia

A capital da Polônia, Varsóvia, ganhou o Miau Cafe, um café com gatos cujo objetivo, segundo seus donos, é "criar uma atmosfera calma" para os clientes.

Enquanto os clientes tomam café e comem, eles podem brincar com os 7 gatos do estabelecimento.








domingo, 21 de janeiro de 2018

Macaco furtaa nariz de boneco de neve na Escócia

Um macaco-de-gibraltar foi flagrado nesta sexta-feira (19) 
"roubando" o nariz de cenoura de um boneco de neve 
no parque safári Blair Drummond, próximo a Strirling, 
na região central da Escócia.




sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

CreepyPasta - Nurse Ann



Eu costumava ser uma enfermeira tranquila e que gosta de seu trabalho.
Meu chefe foi o Dr. Sebastian ele sabe todos os nomes e formas do corpo humano ele me disse que tinha uma nova maneira de manter os pacientes vivos eu pensei que seriam novas injeções ou algo assim.
Eu percebi que eu era a única com quem ele agia normalmente com os outros ele sempre era um médico frio e sério.
Ele era um médico loiro de olhos azul e muito bonito em minha opinião.
Cai em amor por ele e com o passar do tempo confessou-me seu amor por mim.
Então aceitei.
Mas depois disso ele começou a ficar mais perto do que costumava fazer e me senti incomodada, mas não me importei porque eu pensei que era normal porque ele me ama por isso não havia problema.
Até que um dia ele me convidou para um jantar em sua casa, portanto aceitei, pareceu-me o certo a fazer.
Quando chegamos em casa ele parecia um pouco tenso e  disse que tinha uma surpresa pra mim.
Então ele se ajoelhou e mostrou um anel e me pediu em casamento.
Eu fiquei tão feliz que disse sim.
Depois ele me disse que tinha uma surpresa no porão.
Enquanto descíamos as escadas ele dizia que sabia como fazer um ser humano viver para sempre e achei isso muito estranho.
Ao entrar no porão e acender a luz eu tenho uma visão completamente aterrorizante eu podia ver cadáveres principalmente desmembrados todos usavam uma túnica daquelas que colocam nos pacientes nos hospitais.
Eu entrei em pânico e gritei pra ele me esquecer, que ele era um louco e que não me casaria com alguém como ele.
Eu tentei fugir, mas ele me segurou e me aplicou um sedativo e então me vestiu com uma daquelas túnicas de hospitais as mesmas que os cadáveres vestiam.
Depois de me deixar um bom tempo trancada no porão ele apareceu.
Mas dessa vez seu olhar não era o mesmo do doutor que eu amei seu olhar era o de um psicopata completamente louco.
Ele então trouxe seu terno como se estivesse pronto para a cirurgia ele disse que não iria me deixar ficar longe dele e depois se moveu em minha direção lentamente.
Eu tentei lutar, porém não pude fazer nada ele enterrou uma faca no meu peito e sussurrou:
Não se preocupe meu amor, você irá se tornar minha, e desta vez para sempre.
Meu fôlego de vida se esvaiu...
Mas de alguma forma que não sei explicar, ele me reanimou, ele de algum jeito me trouxe de volta, quando eu despertei já não era mais a mesma, eu era mais alta e não podia me mover muito bem, meu corpo realmente doía todo, pois agora ele era feito das partes desmembradas dos outros cadáveres, eu estava amarrada por correntes em uma mesa de cirurgia e eu consegui ver Sebastian com um sorriso no rosto enquanto dizia:
Agora eu faço o mesmo comigo e poderemos ficar juntos para sempre.
Naquele momento eu fiquei com raiva, usei toda a minha força para quebrar as correntes e olhando para ele, toda a raiva que tinha construído me fez explodir, fui pra cima dele e nós lutamos com todas as nossas forças ele me chutou e me fez cair e então tentou me sufocar.
Vi a serra que ele usava para desmembrar os cadáveres chutei-o e então peguei a serra elétrica e o parti em pedaços como ele fazia com seus pacientes.
Usei a serra para despedaçar a porta do porão e sair daquele inferno.
Essa foi a minha historia.

Agora sou um monstro, destinada a ficar sozinha pela eternidade...

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Criptozoologia - Hodag

No folclore de Wisconsin, o hodag é um criador temível. 
Sua história é focada principalmente em torno da cidade de Rhinelander no norte de Wisconsin, onde foi dito ter sido descoberto. 
Também é mencionado em várias histórias de Paul Bunyan.

Origem:
Em 1893, os jornais relataram a descoberta de um hodag em Rhinelander, Wisconsin. 
Tinha "a cabeça de um sapo, o rosto sorridente de um elefante gigante, pernas curtas e grossas, arrastadas por garras enormes, costas de um dinossauro e uma longa cauda com lanças no final". 

Os relatórios foram instigados pelo famoso inspetor de terras de Wisconsin, cruzador de madeira e brincalhão Eugene Shepard, que reuniu um grupo de pessoas locais para capturar o animal. 
O grupo informou que eles precisavam usar dinamite para matar a besta.
Uma fotografia dos restos da besta carbonizada foi lançada para a mídia. 
Era "o mais feroz, o mais estranho, o mais assustador, o monstro que já criou garras afiadas na terra.
Ele se tornou extinto depois que sua principal fonte de alimento, todos os bulldogs brancos, tornou-se escasso na área". 
 Shepard afirmou ter capturado outro hodag em 1896, e este foi capturado vivo. 
De acordo com os relatórios de Shepard, ele e vários lutadores de urso colocaram clorofórmio no final de um longo poste, que eles trabalharam na caverna da criatura onde foi superada.
Ele exibiu este hodag na primeira feira do Oneida County. 
Milhares de pessoas vieram para ver o hodag na feira ou na exibição de Shepard em uma favela em sua casa. 
Ao conectar os fios a ele, Shepard ocasionalmente movia a criatura, que geralmente enviaria os telespectadores já esquisitos que fugiam da tela.
À medida que os jornais locais, em todo o estado, e depois nacionalmente começaram a pegar a história da criatura aparentemente notável, um pequeno grupo de cientistas da Smithsonian Institution em Washington, DC, anunciou que estariam viajando para Rhinelander para inspecionar a aparente descoberta. 
Seu mero anúncio soletrava o fim, já que Shepard foi forçado a admitir que o hodag era um engano.
O hodag tornou-se o símbolo oficial de Rhinelander, Wisconsin. 
É a mascote do Rhinelander High School , e empresta seu nome a inúmeras empresas e organizações da região de Rhinelander, incluindo a festa anual de música festiva, Hodag Country Festival
O site da cidade do Rhinelander chama Rhinelander "The Home of the Hodag".
Uma escultura de fibra de vidro maior que a vida de um hodag, criado por um artista local, reside nos motivos da Câmara de Comércio da Área de Rhinelander, onde atrai milhares de visitantes por ano. 

Rhinelander Ice Arena abriga duas hodags, uma criatura de corpo inteiro dentro da entrada, e a outra uma cabeça de grandes dimensões que sopra fumaça e tem olhos vermelhos que se acendem, localizados no canto ao lado do gelo e que foi criado pelo mesmo Artista que projetou e construiu a Câmara Hodag.

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Fotografo registra momento em que cobra engole lagarto

Uma cena pouco comum em ambiente urbano pôde ser 
vista em uma avenida de Bauru (SP). 
Uma cobra da espécie falsa coral engoliu um lagarto ameiva, 
também conhecido como lagarto verde, e chamou a atenção 
de quem passava perto do Sambódromo.

Toda a cena foi captada pelas lentes do fotógrafo especialista 
em imagens de natureza Júnior Esteves, que registrou desde 
o momento em que a cobra imobilizou o lagarto – que acabou 
devorado inteiro, em cerca de uma hora e 30 minutos.

No local, a cobra enrolou-se no lagarto até sufocá-lo, e depois 
o engoliu inteiro.






domingo, 14 de janeiro de 2018

Americano faz pedido de casamento no gelo

Um americano aproveitou a onda de frio que assola os EUA 
e desenhou em um lago congelado uma proposta de 
casamento para a sua namorada.
Gavin Becker fez a proposta para sua namorada de longa 
data, Olivia Toft, no último dia 7, próximo a Nevis, 
no estado de Minnesota.

Becker contou que teve a ajuda de sua família para 
desenhar as letras do pedido "Marry me" (casa comigo) 
e o coração, com um cortador de neve, 
sobre o lago Eight Crow Wimng.
Depois, Gavin alugou um avião e convidou Olivia para 
um passeio sobre o lago para que ela visse a surpresa.
Ed Becker, pai de Gavin, registrou tudo em fotos.
Em tempo: Olivia respondeu "sim".

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Suprema corte manda casal terá que derrubar casa na árvore na Florida

Um casal da Flórida vai ter que derrubar sua 
casa da árvore após a Suprema Corte dos EUA 
ter se recusado a se envolver na disputa.
A decisão da Suprema Corte foi tomada na 
semana passada.
Lynn Tran e Richard Hazen construíram a casa em 
2011, na ilha Anna Maria, após serem informados 
que não precisariam de uma licença.
Mas, após uma denúncia anônima, as autoridades 
locais foram investigar o caso e informaram que o 
casal precisaria ter pedido uma licença para construir 
a casa da árvora, localizada uma área em que a 
construção de edifícios é proibida.

O casal tentou fazer que o caso fosse decidido em 
uma votação, mas os tribunais impediram, e agora 
eles terão que derrubar a casa.

Fonte (G1)